O estado de Mato Grosso do Sul possui uma enorme riqueza histórico-cultural, representada nas diversas formas de expressão desde povos caçadores-coletores que eram nômades, viveram aqui há cerca de 12 mil anos, até os indígenas ceramistas espalhados pelos quatro cantos do MS. Os alunos dos 7º anos A e B matutino foram conferir e estudar dentro do âmbito dos Componentes Curriculares de Arte e Geografia, toda a riqueza material encontrada por arqueólogos e pesquisadores, que está exposta no museu MuArq (UFMS), como desenhos, traços e formas encontrados nos objetos dos índios Guaranis-Kaiowá, Terenas, Guatós e Ofaiés.  Os alunos se mostraram atentos às explicações dos guias, que falaram sobre a forma de vida e os costumes das primeiras populações que habitaram o nosso estado. Além de todo interesse gerado pelo assunto, os alunos também fizeram conexão com o trágico incêndio ocorrido no Museu Nacional no Rio de Janeiro, local onde importantes peças arqueológicas foram consumidas pelas chamas.